Segunda edição do evento “De Sol a Sol” dá as boas vindas às tartarugas marinhas e até logo às baleias jubartes

Link:
Por: Fernanda Matos
22/10/2019 - 23:43:09

Um intercâmbio de experiências entre o Projeto Tamar e o Ilê Aiyê unidos pela proteção dos oceanos marcou o sábado (dia 19) na Praia do Forte. O evento batizadoDe Sol a Sol” foi encerrado ao som da banda Aiyê e contou com uma série de ações de trocas de experiências entre os projetos sociais do Projeto Tamar e do Ilê Aiyê: os Tamarzinhos e a Band’Erê.

As crianças e adolescentes participantes dos dois projetos trocaram experiências e informações ao longo do sábado. Pela manhã, os participantes da Band’Erê fizeram visita monitorada pelo centro de visitantes do Projeto Tamar da Praia do Forte, conhecendo a rotina de aprendizados dos Tamarzinhos, e pela tarde os Tamarzinhos e os alunos do Coral do Mar participaram de oficinas de Dança e de Percussão, com os professores da Band’Erê. Além disso, a equipe do Tamar participou de oficina e bate-papo sobre estética afro com a Band’Aiyê.

 

O evento, que está no segundo ano consecutivo, já integra o calendário oficial da Praia do Forte (Mata de São João-BA). “De Sol a Sol” é um evento que envolve dois projetos patrocinados pela Petrobras há décadas: o Tamar e o Baleia Jubarte. A abertura do evento foi na sexta-feira, 18, com mostra de vídeos e show de reggae com a cantora e trombonista argentina Pali, no Espaço Baleia Jubarte, e no sábado e encerrou no sábado com show do Ilê Aiyê.

Todos os anos, entre julho e outubro, as baleias jubarte procuram as águas do litoral brasileiro, principalmente no Espírito Santo e Bahia, para acasalar e ter seus filhotes. As águas do litoral brasileiro também são berçário das tartarugas marinhas. Na Bahia, existe um lugar que é um dos preferidos das mamães baleias jubarte e tartarugas marinhas: a Praia do Forte. No início de todas as Primaveras, as duas espécies podem ser encontradas no local.

O Projeto TAMAR começou em 1980 a proteger as tartarugas marinhas no Brasil. A Fundação Pró-Tamar executa a maior parte das ações descritas no PAN - Plano de Ação Nacional para a Conservação das Tartarugas Marinhas no Brasil do ICMBio/MMA.

A Petrobras é a patrocinadora oficial do Projeto TAMAR-Fundação Pró-TAMAR, por meio do Programa Petrobras Socioambiental. Realizam ações de pesquisa, proteção e manejo das cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no país, todas ameaçadas de extinção: tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta), tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata), tartaruga-verde (Chelonia mydas), tartaruga-oliva (Lepidochelys olivacea) e tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea).

Protege cerca de 1.100 quilômetros de praias e está presente em 26 localidades, em áreas de alimentação, desova, crescimento e descanso das tartarugas marinhas, no litoral e ilhas oceânicas dos estados da Bahia, Sergipe, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina. Visite: www.tamar.org.br.

 

O Projeto Baleia Jubarte foi criado em 1988 para proteger a baleia jubarte na região do Banco dos Abrolhos, principal berçário da espécie em todo o Atlântico Sul Ocidental e desenvolver atividades socioeducativas com comunidades litorâneas da região, através da informação e educação ambiental.

Posteriormente as ações se estenderam para o Norte da Bahia, onde foi fundada a segunda base do projeto, na Praia do Forte, e mais recente a sua terceira base, em Vitória, capital de Espírito Santo. Sendo assim, o Projeto Baleia Jubarte possui atuação sistemática na Bahia e Espírito Santo e pontual em outros pontos da costa, através de expedições e campanhas específicas.


Tags:
Comentários
Seja o 1° a comentar!

Nome:



Repita o código acima:


Comentário:

Máximo de caracteres permitidos 500/