Faculdade Baiana de Direito promove mesa redonda sobre racismo

Link:
Por: LK COMUNICAÇÃO
05/11/2019 - 19:55:08

Régia Mabel abriu o debate nesta terça (05)

Programação faz parte do Griô: 1º Colóquio Antirracista que acontece de 5 à 9 de novembro. O acesso é gratuito.

Em celebração ao Dia da Consciência Negra, que acontece no dia 20 de novembro, a Faculdade Baiana de Direito está promovendo, junto ao Griô: 1º Colóquio Antirracista, uma programação que traz debates sobre racismo. Para dar início a inauguração da conversa que acontece nesta terça (5), serão realizadas duas mesas com os temas “Vivências Pretas” e “O seu racismo mata”.

A primeira mesa do Griô acontece às 9h na Faculdade Baiana de Direito, no Stiep, com a palestrante e psicóloga Shirley Vasconcelos e a doutoranda em difusão da comunicação, Régia Mabel, abordando o tema “Vivências pretas” . A segunda mesa acontece às 18h, no mesmo lugar, com o tema “O seu racismo mata”, discutindo o genocídio do povo negro, encarceramento em massa, política de drogas, pacote anticrime e direito simbólico. Essa segunda mesa será comandada por Bruno Cândido, presidente da Comissão de Equidade Racial da OAB, a historiadora e pesquisadora Anne Rodrigues e o mestre em Direito Público, Vinícius Assumpção.

GRIÔ é um Colóquio Antirracista que surgiu a partir da necessidade de trazer informação sobre a consciência negra. A programação, que conta com a presença de profissionais da área de Psicologia, Direito e Comunicação para discutir a realidade do povo negro e compartilhar suas experiências, acontece entre os dias 5 e 9 de novembro. Além das mesas, também serão realizados saraus, intervenções artísticas e stands com microempreendedores negros em diversos locais.

Local: Faculdade Baiana de Direito (Stiep)

Carga horária: 03 horas

Período: 05 de novembro de 2019

Horário: 9h às 12h

Entrada: As inscrições são gratuitas e sugere-se a doação de um item de higiene e limpeza, que serão doados às mulheres em situação de cárcere.


Tags:
Comentários
Seja o 1° a comentar!

Nome:



Repita o código acima:


Comentário:

Máximo de caracteres permitidos 500/