Diagnóstico do Trabalho Infantil em Porto Seguro é apresentando em seminário

Link:
Por: ASCOM-PREFEITURA DE PORTO SEGURO
12/03/2018 - 16:29:42

O Diagnóstico Situacional do Trabalho Infantil do Município de Porto Seguro foi apresentando no dia 10, no auditório do Senac, durante o I Seminário As Escolas Juntas no Enfrentamento ao Trabalho Infantil.

Mostrou-se o resultado do levantamento primário das formas de labor prevalentes em 81 escolas da rede pública de ensino realizado junto a crianças na faixa etária de 6 a 11 anos.

Participaram do lounge a secretária de Educação, Rowenna Brito, representando o prefeito Beto Nascimento; presidente do COMDICA, Tiago Maciel; superintendente do Setras, Alexandre Reis; Coordenadora do PETI, Murielle dos Santos, e o diretor executivo do Instituto Mãe Terra, Altemar Felberg.

Despertar para a educação cidadã

As entidades envolvidas neste trabalho são o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – COMDICA, com atuação fiscalizadora, e o Instituto Mãe Terra, que fez a captação do recurso junto ao Itaú, além de entidades parcerias na execução do projeto Filhos da Terra: um despertar para a educação cidadã, financiado pela Fundação Itaú Social por meio do programa Itaú Criança, bem como participam também, vários atores do Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente.

Neste projeto, o objetivo é diminuir a vulnerabilidade e risco social de crianças, alunas da rede pública de ensino, por meio da implementação de estratégias de enfrentamento ao trabalho infantil, que favoreçam a melhoria da vida escolar e o desenvolvimento integral destas crianças.

O presidente do Comdica, Tiago Maciel, ressalta que conhecer a realidade é fundamental para estabelecer ações que tragam transformações neste contexto, garantindo direitos e cidadania às crianças e adolescentes de Porto Seguro, sobretudo, respeitando a vivência infantil e o seu desenvolvimento integral”, concluiu.

“Combater o trabalho infantil é uma causa de todos nós!”


Comentários
Seja o 1° a comentar!

Nome:



Repita o código acima:


Comentário:

Máximo de caracteres permitidos 500/