Setor de serviços da Bahia cresce 2,3% de junho para julho

Link:
Por: Mariana Viveiros - IBGE
12/09/2019 - 15:10:54

** Resultado nessa comparação ficou acima da média nacional (0,8%);

** Frente a julho de 2018, porém, o volume de serviços na Bahia mostrou o segundo maior recuo do país (-5,0%), acima apenas da queda verificada em Mato Grosso (-5,2%), e um resultado bem pior que o do Brasil como um todo (1,8%);

** Com esses resultados, o setor de serviços na Bahia, acelerou seu ritmo de queda tanto no acumulado no ano de 2019 quanto em 12 meses, chegando a -1,2% e -1,5% respectivamente. Ambos os resultados continuam abaixo da média nacional;

** Em julho, 4 das 5 atividades de serviços tiveram quedas de volume na Bahia, puxadas pelos transportes (-8,6%), que recuaram pelo segundo mês consecutivo;

** O único segmento que mostrou avanço em julho 19/ julho 18 foi o dos serviços prestados às famílias (3,5%), que cresceu pelo terceiro mês seguido;

** Serviços ligados ao turismo na Bahia avançam tanto frente a junho (0,3%) quanto na comparação com julho de 2018 (5,8%), em ambos os casos o terceiro resultado positivo seguido.

O volume do setor de serviços na Bahia cresceu em julho (2,3%), na série com ajuste sazonal, após ter registrado dois resultados negativos consecutivos (-2,3% de abril para maio e -1,0% de maio para junho). O desempenho do estado ficou acima da média nacional (0,8%) e acompanhou o movimento de alta disseminado por 25 das 27 unidades da Federação, nessa comparação.

Frente a junho, o volume do setor de serviços caiu apenas em Pernambuco (-0,7%) e Rondônia (-0,4%) e teve os maiores avanços em Tocantins (12,2%) e no Acre (9,9%).

Já na comparação com julho de 2018, o volume de serviços na Bahia mostrou o segundo maior recuo do país (-5,0%), acima apenas da queda verificada em Mato Grosso (-5,2%), e um resultado bem pior que o do Brasil como um todo (1,8%).

Nesse confronto, 15 dos 27 estados viram o volume de serviços crescer, com destaque para Tocantins (21,0%) e Mato Grosso do Sul (8,9%).

Com esses resultados, o setor de serviços na Bahia, acelerou seu ritmo de queda tanto no acumulado no ano de 2019 quanto em 12 meses, chegando a -1,2% e -1,5% respectivamente. Ambos os resultados continuam aquém da média nacional (0,8% no acumulado em 2019 e 0,9% nos 12 meses encerrados em julho).

Em julho, 4 das 5 atividades de serviços caem na Bahia, puxadas pelos transportes (-8,6%), que recuaram pelo 2º mês consecutivo

A queda no volume do setor de serviços baiano em julho, frente ao mesmo mês de 2018 (-5,0%) foi resultado do desempenho negativo de quatro das cinco atividades investigadas no estado. Apenas os serviços prestados às famílias tiveram alta no estado (3,5%), mostrando o terceiro resultado positivo consecutivo.

A maior retração foi registrada entre os outros serviços (-13,5%), que tiveram o quarto recuo consecutivo. Entretanto, pelo peso que tem na estrutura do setor na Bahia, a atividade de transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio (-8,6%) deu a principal contribuição para o resultado negativo do estado.

Os transportes tiveram o segundo recuo consecutivo e, pela primeira vez desde janeiro, passaram a apresentar resultados negativos tanto no acumulado no ano (-1,1%) quanto em 12 meses (-0,6%).

Serviços ligados ao turismo na Bahia avançam tanto frente a junho (0,3%) quanto em relação a julho de 2018 (5,8%)

Em julho, o volume das atividades de serviços ligadas ao turismo na Bahia avançou tanto em relação a junho (0,3%), na série com ajuste sazonal, quanto frente a julho de 2018 (5,8%).

Em ambas as comparações, foi o terceiro resultado positivo consecutivo para o turismo no estado, com resultados melhores que a média nacional. Frente a junho, as atividades turísticas tiveram variação positiva (0,2%) no país como um todo. Na comparação com julho do ano passado, o avanço foi de 4,4%.

Na comparação com o mesmo mês de 2018, o resultado da Bahia (5,8%) foi o terceiro melhor do país, abaixo apenas do Espírito Santo (9,6%) e do Rio de Janeiro (8,8%). Foi também o melhor julho para o turismo baiano desde 2014, quando havia sido registrado um crescimento de 9,8% frente ao mesmo mês do ano anterior.

Com os resultados de julho, as atividades de serviço ligadas ao turismo na Bahia aceleraram o ritmo de crescimento no acumulado no ano de 2019 (2,2%) e no acumulado em 12 meses (2,7%). Embora abaixo da média nacional (3,2% e 3,8%, respectivamente), os dois resultados são os melhores para o estado desde 2014 (quando haviam ficado em 11,1% e 9,3%).


Tags:
Comentários
Seja o 1° a comentar!

Nome:



Repita o código acima:


Comentário:

Máximo de caracteres permitidos 500/