Economista aponta que Desenrola Brasil é “paliativo” e defende mudanças estruturais

Por Marcelo oXarope
11/09/2023

Publicado em -

oxarope01noticia

Hugo Garbe diz que programa não vai resolver problema da inadimplência. Bancos registraram quase R$ 12 bilhões em renegociação no Desenrola Brasil, diz Febraban

Para o economista Hugo Garbe, o programa Desenrola Brasil tem uma efetividade mais política que econômica. Ele acredita que a medida não deve resolver o problema da inadimplência do país e defende melhorias estruturais. 

“É muito mais paliativa, porque a pessoa que está com dívida precisa de mais emprego e mais renda. Ela precisa resolver a vida dela de forma estrutural. Muitas vezes a pessoa está desempregada, não tem renda. Então é preciso reformas estruturais para que as famílias tenham emprego, tenham renda, tenham mais educação e com mais educação no futuro ela vai conseguir ter uma renda maior, uma qualidade de vida. Então a medida é paliativa, são medidas mais cosméticas”, afirma o economista.  

Os bancos renegociaram R$ 11,7 bilhões em dívidas em sete semanas do programa Desenrola Brasil, segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). As instituições financeiras retiraram as anotações negativas de cerca de 6 milhões de clientes. O programa foi criado pelo governo federal — por meio da Medida Provisória 1.176/23 — com a expectativa de beneficiar 30 milhões de pessoas. A iniciativa prevê taxas de juros mais baixas na renegociação de dívidas. No último dia 5, a Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei 2685/22, com a incorporação do Densenrola no texto.

Os brasileiros somam um total de R$ 351,6 bilhões de dívidas, segundo o levantamento mais recente da Serasa.  O Mapa da Inadimplência e Renegociação de dívidas referente ao mês de julho revela que 71,41 milhões de pessoas possuem alguma pendência. O segmento “Bancos/Cartão de crédito” responde por 29,54% das dívidas, seguido por “contas básicas, como água, luz e gás” (23,94%) e “financeiras” (15,20%).

O coordenador da área de direito do consumidor do escritório Silveiro Advogados, Felipe de Barros Lima, ressalta a necessidade de o governo promover educação financeira para as pessoas que renegociarem dívidas por meio do Desenrola para evitar que voltem a ficar inadimplentes. Mas também alerta para a responsabilidade do consumidor em adotar práticas mais saudáveis para a gestão econômica doméstica. Ele destaca a importância do curso de educação financeira previsto no programa. 

“As pessoas que efetivamente verificarem como são ruins as consequências do inadimplemento, principalmente em um país com uma taxa de juros historicamente muito alta, tenho certeza que vão ter interesse em aprender. E tomar esse curso e desenvolver uma educação financeira melhor e uma gestão da sua economia doméstica mais adequada”, afirma. 

Denserola Brasil

Felipe de Barros Lima explica que o programa — optativo para todos os envolvidos — tem como principal medida a faixa 1, voltada para pessoas físicas com renda de até dois salários mínimos ou que estejam inscritos no Cadastro Único do governo federal e com dívidas financeiras que não ultrapassem R$ 5 mil. Segundo o advogado, a ideia do Densenrola Brasil é que as pessoas voltem a ter capacidade de renda, por meio da facilitação na renegociação e retirada das dívidas dos órgãos de proteção ao crédito. 

“O objetivo principal dele é que as pessoas voltem a gastar dinheiro com consumo, com investimentos, com a economia real e parem, reduzam os pagamentos de juros, de dívidas e voltem a consumir de fato. Então, do ponto de vista programático, para a finalidade do governo, parece um instrumento adequado para se atingir esse objetivo de saneamento das dívidas das pessoas. Se lá no final isso vai ser atingido ou não já é uma outra questão que só pode ser avaliada no final”, pontua.

Informações: Fernando Alves

1678540344banner-970x90-bello.png

Mais recentes

Neto Guerrieri lança pré-candidatura à prefeitura de Eunápolis neste sábado (25)

Neste sábado, 25 de maio, Neto Guerrieri lançará oficialmente sua pré-candidatura à prefeitura de Eunápolis para as…

Empresária Bel Checon é anunciada como vice na chapa do partido NOVO em Eunápolis

O partido NOVO anunciou na tarde desta quinta-feira (23) que a empresária Bel Checon será a vice…

Deputada estadual Cláudia Oliveira indica a construção de nova Rodoviária em Porto Seguro

O município de Porto Seguro pode ganhar uma nova rodoviária caso a indicação da deputada Cláudia Oliveira…

Centro comercial de Eunápolis poderá não ter decoração junina este ano

O tradicional cenário colorido das ruas do centro de Eunápolis durante as festividades juninas pode não se…

MODERNIZAÇÃO: Baianão recebe UPA24h completamente reformada e ampliada

Nesta quarta-feira, 22 de maio, a Prefeitura de Porto Seguro celebrou a entrega da Unidade de Pronto…

Economista aponta que Desenrola Brasil é “paliativo” e defende mudanças estruturais

Por Marcelo oXarope
11/09/2023 - 11h00 - Atualizado 11 de setembro de 2023

Publicado em -

oxarope01noticia

Hugo Garbe diz que programa não vai resolver problema da inadimplência. Bancos registraram quase R$ 12 bilhões em renegociação no Desenrola Brasil, diz Febraban

Para o economista Hugo Garbe, o programa Desenrola Brasil tem uma efetividade mais política que econômica. Ele acredita que a medida não deve resolver o problema da inadimplência do país e defende melhorias estruturais. 

“É muito mais paliativa, porque a pessoa que está com dívida precisa de mais emprego e mais renda. Ela precisa resolver a vida dela de forma estrutural. Muitas vezes a pessoa está desempregada, não tem renda. Então é preciso reformas estruturais para que as famílias tenham emprego, tenham renda, tenham mais educação e com mais educação no futuro ela vai conseguir ter uma renda maior, uma qualidade de vida. Então a medida é paliativa, são medidas mais cosméticas”, afirma o economista.  

Os bancos renegociaram R$ 11,7 bilhões em dívidas em sete semanas do programa Desenrola Brasil, segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). As instituições financeiras retiraram as anotações negativas de cerca de 6 milhões de clientes. O programa foi criado pelo governo federal — por meio da Medida Provisória 1.176/23 — com a expectativa de beneficiar 30 milhões de pessoas. A iniciativa prevê taxas de juros mais baixas na renegociação de dívidas. No último dia 5, a Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei 2685/22, com a incorporação do Densenrola no texto.

Os brasileiros somam um total de R$ 351,6 bilhões de dívidas, segundo o levantamento mais recente da Serasa.  O Mapa da Inadimplência e Renegociação de dívidas referente ao mês de julho revela que 71,41 milhões de pessoas possuem alguma pendência. O segmento “Bancos/Cartão de crédito” responde por 29,54% das dívidas, seguido por “contas básicas, como água, luz e gás” (23,94%) e “financeiras” (15,20%).

O coordenador da área de direito do consumidor do escritório Silveiro Advogados, Felipe de Barros Lima, ressalta a necessidade de o governo promover educação financeira para as pessoas que renegociarem dívidas por meio do Desenrola para evitar que voltem a ficar inadimplentes. Mas também alerta para a responsabilidade do consumidor em adotar práticas mais saudáveis para a gestão econômica doméstica. Ele destaca a importância do curso de educação financeira previsto no programa. 

“As pessoas que efetivamente verificarem como são ruins as consequências do inadimplemento, principalmente em um país com uma taxa de juros historicamente muito alta, tenho certeza que vão ter interesse em aprender. E tomar esse curso e desenvolver uma educação financeira melhor e uma gestão da sua economia doméstica mais adequada”, afirma. 

Denserola Brasil

Felipe de Barros Lima explica que o programa — optativo para todos os envolvidos — tem como principal medida a faixa 1, voltada para pessoas físicas com renda de até dois salários mínimos ou que estejam inscritos no Cadastro Único do governo federal e com dívidas financeiras que não ultrapassem R$ 5 mil. Segundo o advogado, a ideia do Densenrola Brasil é que as pessoas voltem a ter capacidade de renda, por meio da facilitação na renegociação e retirada das dívidas dos órgãos de proteção ao crédito. 

“O objetivo principal dele é que as pessoas voltem a gastar dinheiro com consumo, com investimentos, com a economia real e parem, reduzam os pagamentos de juros, de dívidas e voltem a consumir de fato. Então, do ponto de vista programático, para a finalidade do governo, parece um instrumento adequado para se atingir esse objetivo de saneamento das dívidas das pessoas. Se lá no final isso vai ser atingido ou não já é uma outra questão que só pode ser avaliada no final”, pontua.

Informações: Fernando Alves

1

Mais recentes

Neto Guerrieri lança pré-candidatura à prefeitura de Eunápolis neste sábado (25)

Neste sábado, 25 de maio, Neto Guerrieri lançará oficialmente sua pré-candidatura à prefeitura de Eunápolis para as eleições municipais deste ano. O evento acontecerá no…

Empresária Bel Checon é anunciada como vice na chapa do partido NOVO em Eunápolis

O partido NOVO anunciou na tarde desta quinta-feira (23) que a empresária Bel Checon será a vice na chapa para as próximas eleições. Com a…

Deputada estadual Cláudia Oliveira indica a construção de nova Rodoviária em Porto Seguro

O município de Porto Seguro pode ganhar uma nova rodoviária caso a indicação da deputada Cláudia Oliveira (PSD) seja aprovada. A parlamentar encaminhou o pedido…

Centro comercial de Eunápolis poderá não ter decoração junina este ano

O tradicional cenário colorido das ruas do centro de Eunápolis durante as festividades juninas pode não se repetir este ano. Com o cancelamento do Pedrão…

MODERNIZAÇÃO: Baianão recebe UPA24h completamente reformada e ampliada

Nesta quarta-feira, 22 de maio, a Prefeitura de Porto Seguro celebrou a entrega da Unidade de Pronto Atendimento 24h (UPA) Frei Calixto, no Mercado do…

Divulgada nova data do Concurso Nacional Unificado: 18 de agosto

O Concurso Público Nacional Unificado (CNPU) já conta com nova data: 18 de agosto. Em breve o cronograma completo será divulgado.  Após o adiamento causado…

IRPF 2024: Aberta consulta ao maior lote de restituição

A partir desta quinta-feira (23), estará disponível para consulta o maior lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2024. Ao todo,…

Grupo Brasileiro lança nova frota de ônibus em Vitória da Conquista, nesta sexta-feira

O Grupo Brasileiro vai apresentar, nesta sexta-feira, 24 de maio, em Vitória da Conquista, uma nova frota de 52 ônibus das empresas Rota Transportes e…

Silvio Costa Filho: teremos 134 voos semanais no Rio Grande do Sul a partir de segunda-feira (27)

Ministro de Portos e Aeroportos abordou, no programa desta quarta, 22 de maio, a situação no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, e a operação…

Plataforma digital da Setur-BA oferece cursos gratuitos para qualificar serviços turísticos

A capacitação e a qualificação de gestores públicos, empreendedores e profissionais do trade turístico, visando oferecer serviços de excelência, é uma das estratégias da Secretaria…

4º Festival regional de quadrilhas juninas de Itabela vai reunir 18 grupos de 15 cidades

O município de Itabela se prepara para um dos eventos culturais mais aguardados da região: o 4º Festival Regional de Quadrilhas Juninas. A edição deste…

Fisioterapeutas da Madre Thaís participaram do Workshop EPI-Sul Bahia 

A professora Gracielle Santos, do curso de Fisioterapia da Faculdade Madre Thaís, participou do Workshop EPI-Sul Bahia, realizado nos dias 14 e 15 de maio,…

Porto Seguro Impulsiona Turismo no Evento “Curitiba Tá On” da Azul Viagens

Porto Seguro destacou-se durante o evento “Curitiba Tá On”, organizado pela Azul Viagens, que aconteceu no dia 21 de maio, no Mist Eventos, em Curitiba….

Miris Lisboa, presidente do Mobiliza33, realiza encontro estratégico com pré-candidatos (as) a vereador (a) em Eunápolis

O presidente municipal do partido Mobiliza33, Miris Lisboa, realizou nesta terça-feira, 21, uma reunião com os(as) pré-candidatos(as) a vereador(a) para alinhamento das estratégias visando a…

Veracel abre vaga para Analista de Negócios de TI Sênior

A Veracel Celulose acaba de abrir uma oportunidade para a vaga de Analista de Negócios de TI Sênior. As inscrições ficam abertas até o dia…

Rolar para cima