1678540344banner-970x90-bello.png

Mais de 54% dos brasileiros entre 16 e 25 anos estão infectados com HPV

Por Marcelo oXarope
09/02/2024

Publicado em -

oXarope1090224noticia1
Segundo a especialista, a vacina pode prevenir cerca de 70% a 90% dos cânceres de colo de útero

No Brasil, mais de 54% das pessoas entre 16 e 25 anos estão infectadas com HPV, sendo que 38,4 % são casos de alto risco. As informações são do Ministério da Saúde. Com o feriado de Carnaval se aproximando, a pasta alerta para que a população fique atenta em relação à saúde, já que esse período favorece a transmissão de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs).

A ginecologista Denise Yanasse informa que o HPV é a IST mais frequente do mundo — e o grande causador de câncer de colo de útero em mulheres. Além disso, tem associação com outros tumores em homens e mulheres.

“A boa notícia é que tem prevenção. A camisinha é uma das formas, mas infelizmente não protege totalmente a infecção pelo HPV. A forma mais eficaz de prevenção é a vacina para HPV, que é dada gratuitamente pelo SUS [Sistema Único de Saúde] tanto para meninos quanto para meninas dos 9 aos 14 anos, também em caso de abuso sexual e para imuno suprimidos. Fora dessas situações, você consegue tomar vacina na rede particular”, explica.

Segundo a especialista, a vacina pode prevenir cerca de 70% a 90% dos cânceres de colo de útero.

Sintomas

Segundo o Ministério da Saúde,  a infecção pelo HPV pode demorar de 2 a 8 meses para apresentar os primeiros sinais, embora, em alguns casos, a manifestação de sintomas possa estender-se por até 20 anos.

É importante ressaltar que as manifestações tendem a ser mais frequentes em gestantes e em pessoas  com baixa imunidade. O diagnóstico da infecção é realizado por meio de exames clínicos e laboratoriais, variando de acordo com a lesão.

A social mídia Gabriela Vilhena, 29 anos, moradora de São Paulo, relembra que o HPV ficou ativo em seu organismo em 2017. De acordo com ela, começaram a aparecer lesões e verrugas — o que fez com que procurasse um médico, que confirmou a IST. 

“Era um tempo em que eu não me sentia confortável para ter relação sexual com ninguém, até porque eu podia transmitir para outras pessoas. Quando as primeiras lesões apareceram eu não sabia muito sobre a doença também, e quando você pesquisa no Google aparece câncer de colo de útero, e para mim já era uma coisa muito definitiva, como uma sentença, porque a gente não ouve falar o suficiente sobre HPV”, relembra.

Hoje, Gabriela explica que utiliza preservativos e faz exames regulares para evitar a IST. Além disso, ela procura manter sua imunidade alta, se alimentando bem e praticando exercícios.

No período de 2014 a 2022, a taxa de vacinação contra o HPV no estado de São Paulo atingiu 78% para a primeira dose e 59,6% para a segunda dose em meninas. Entre 2017 e 2022, os números foram de 58,4% para a primeira dose e 39,2% para a segunda dose em meninos.

Goiás

De acordo com a Secretaria de Saúde de Goiás, foi confirmado o recebimento de 30 mil doses da vacina do Ministério da Saúde, para 2024. As doses começaram a ser distribuídas no dia 29 de janeiro.

No estado, entre janeiro de 2022 e dezembro de 2023, foram registrados 3.511 casos de HIV, dos quais 246 ocorreram em gestantes, além de 1.153 casos de Aids, incluindo 6 em crianças.

Para evitar ISTs, a SES distribuiu 7.892.724 preservativos masculinos e 290.250 femininos, para todos os municípios de Goiás.

Além disso, equipes da SES estarão presentes em Goiânia para fornecer preservativos, gel lubrificante, autotestes de HIV e realizar testagens de sífilis e hepatite. Os trabalhos vão se concentrar nos terminais da Praça da Bíblia nesta quinta-feira (8), Cepal do Setor Sul no sábado (10) e Praça Tamandaré na terça-feira (13).

1678540344banner-970x90-bello.png

Mais recentes

Neto Carletto solicita carro Fumacê para enfrentamento da dengue em Eunápolis

Ciente dos inúmeros casos de dengue noticiados nas últimas semanas, o deputado federal Neto Carletto (PP) apresentou…

Deputada Cláudia Oliveira entrega tanque pipa ao distrito de União Baiana em Itagimirim

Visando promover o desenvolvimento da agricultura familiar da região, na última quarta-feira (14), a Associação dos Pequenos…

7 Horas de Arrocha: Thiago Aquino e Silvanno Salles juntos em Abril na Área Beach em Porto Seguro

A Área Beach de Porto Seguro será palco de um evento sensacional no dia 13 de abril,…

Eunápolis: Servidores da Câmara fazem curso sobre a nova lei das licitações

Servidores da Câmara fazem curso sobre a nova lei das licitações

Luto na música! Líder da banda Lordão, Kocó morre aos 72 anos

A música baiana perde uma de suas vozes mais emblemáticas. Clóvis Figueiredo Leite, mais conhecido pelo nome…

Mais de 54% dos brasileiros entre 16 e 25 anos estão infectados com HPV

Por Marcelo oXarope
09/02/2024 - 14h22 - Atualizado há 5 dias

Publicado em -

oXarope1090224noticia1
Segundo a especialista, a vacina pode prevenir cerca de 70% a 90% dos cânceres de colo de útero

No Brasil, mais de 54% das pessoas entre 16 e 25 anos estão infectadas com HPV, sendo que 38,4 % são casos de alto risco. As informações são do Ministério da Saúde. Com o feriado de Carnaval se aproximando, a pasta alerta para que a população fique atenta em relação à saúde, já que esse período favorece a transmissão de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs).

A ginecologista Denise Yanasse informa que o HPV é a IST mais frequente do mundo — e o grande causador de câncer de colo de útero em mulheres. Além disso, tem associação com outros tumores em homens e mulheres.

“A boa notícia é que tem prevenção. A camisinha é uma das formas, mas infelizmente não protege totalmente a infecção pelo HPV. A forma mais eficaz de prevenção é a vacina para HPV, que é dada gratuitamente pelo SUS [Sistema Único de Saúde] tanto para meninos quanto para meninas dos 9 aos 14 anos, também em caso de abuso sexual e para imuno suprimidos. Fora dessas situações, você consegue tomar vacina na rede particular”, explica.

Segundo a especialista, a vacina pode prevenir cerca de 70% a 90% dos cânceres de colo de útero.

Sintomas

Segundo o Ministério da Saúde,  a infecção pelo HPV pode demorar de 2 a 8 meses para apresentar os primeiros sinais, embora, em alguns casos, a manifestação de sintomas possa estender-se por até 20 anos.

É importante ressaltar que as manifestações tendem a ser mais frequentes em gestantes e em pessoas  com baixa imunidade. O diagnóstico da infecção é realizado por meio de exames clínicos e laboratoriais, variando de acordo com a lesão.

A social mídia Gabriela Vilhena, 29 anos, moradora de São Paulo, relembra que o HPV ficou ativo em seu organismo em 2017. De acordo com ela, começaram a aparecer lesões e verrugas — o que fez com que procurasse um médico, que confirmou a IST. 

“Era um tempo em que eu não me sentia confortável para ter relação sexual com ninguém, até porque eu podia transmitir para outras pessoas. Quando as primeiras lesões apareceram eu não sabia muito sobre a doença também, e quando você pesquisa no Google aparece câncer de colo de útero, e para mim já era uma coisa muito definitiva, como uma sentença, porque a gente não ouve falar o suficiente sobre HPV”, relembra.

Hoje, Gabriela explica que utiliza preservativos e faz exames regulares para evitar a IST. Além disso, ela procura manter sua imunidade alta, se alimentando bem e praticando exercícios.

No período de 2014 a 2022, a taxa de vacinação contra o HPV no estado de São Paulo atingiu 78% para a primeira dose e 59,6% para a segunda dose em meninas. Entre 2017 e 2022, os números foram de 58,4% para a primeira dose e 39,2% para a segunda dose em meninos.

Goiás

De acordo com a Secretaria de Saúde de Goiás, foi confirmado o recebimento de 30 mil doses da vacina do Ministério da Saúde, para 2024. As doses começaram a ser distribuídas no dia 29 de janeiro.

No estado, entre janeiro de 2022 e dezembro de 2023, foram registrados 3.511 casos de HIV, dos quais 246 ocorreram em gestantes, além de 1.153 casos de Aids, incluindo 6 em crianças.

Para evitar ISTs, a SES distribuiu 7.892.724 preservativos masculinos e 290.250 femininos, para todos os municípios de Goiás.

Além disso, equipes da SES estarão presentes em Goiânia para fornecer preservativos, gel lubrificante, autotestes de HIV e realizar testagens de sífilis e hepatite. Os trabalhos vão se concentrar nos terminais da Praça da Bíblia nesta quinta-feira (8), Cepal do Setor Sul no sábado (10) e Praça Tamandaré na terça-feira (13).

1

Mais recentes

Neto Carletto solicita carro Fumacê para enfrentamento da dengue em Eunápolis

Ciente dos inúmeros casos de dengue noticiados nas últimas semanas, o deputado federal Neto Carletto (PP) apresentou um Ofício à secretária de Saúde da Bahia,…

Deputada Cláudia Oliveira entrega tanque pipa ao distrito de União Baiana em Itagimirim

Visando promover o desenvolvimento da agricultura familiar da região, na última quarta-feira (14), a Associação dos Pequenos Produtores Rurais de União Baiana (APPRUB) recebeu um…

7 Horas de Arrocha: Thiago Aquino e Silvanno Salles juntos em Abril na Área Beach em Porto Seguro

A Área Beach de Porto Seguro será palco de um evento sensacional no dia 13 de abril, sábado, com a realização das “7 Horas de…

Eunápolis: Servidores da Câmara fazem curso sobre a nova lei das licitações

Servidores da Câmara fazem curso sobre a nova lei das licitações

Luto na música! Líder da banda Lordão, Kocó morre aos 72 anos

A música baiana perde uma de suas vozes mais emblemáticas. Clóvis Figueiredo Leite, mais conhecido pelo nome artístico de Kokó, e celebrado líder da banda…

Sesab e SEC lançam projeto para vacinar estudantes nas escolas da rede estadual

Durante a abertura do ano letivo 2024, a Secretaria estadual da Educação (SEC) lançou o projeto Vacinação nas Escolas. O objetivo é erradicar, eliminar e…

Investimento em novas escolas deve ultrapassar um bilhão de reais, anuncia governador em abertura do ano letivo em Feira de Santana

Na ocasião, Jerônimo ainda inaugurou o Colégio Estadual de Tempo Integral Georgina de Melo Erismann, na segunda maior cidade baiana O ano letivo 2024 da…

Setur promove turismo baiano em cinco capitais da América do Sul

Atrair um número maior de visitantes estrangeiros para a Bahia está entre as ações prioritárias da Secretaria de Turismo do Estado (Setur-BA). O trabalho tem…

Sete a cada 10 pessoas vivem com alguma privação de serviço de saneamento no Nordeste

Mais de 100 milhões de pessoas no Brasil vivem privadas de serviços de saneamento, de acordo com estudo do Instituto Trata Brasil. O levantamento, realizado…

Na escola, começamos mais um capítulo da Nova Bahia

A missão principal do Governo do Estado é cuidar das pessoas, e a escola surge como um dos espaços mais promissores para alcançarmos esse objetivo…

Novas ruas serão asfaltadas no Baianão, pelo maior programa de pavimentação de Porto Seguro!

Na noite desta sexta-feira, 16/02, no Mercado do Povo, foi assinada a Ordem de Serviço para asfaltamento de ruas no Baianão. A partir de segunda-feira,…

Veracel abre oportunidades para Especialista na área de Coordenação de Controle Técnico e para Assistente Técnico de Confiabilidade

A Veracel Celulose está com duas novas oportunidades para trabalhar na companhia. As vagas são para as posições de Especialista em Processos Industriais, na área…

Deputada Cláudia Oliveira prestigia tradicionais blocos carnavalescos de Porto Seguro

Os blocos de carnaval desempenham um papel crucial na celebração cultural e, neste ano, foram destaque pelas ruas de Porto Seguro, atraindo milhares de foliões….

Taxa de desocupação cai pela segunda vez na Bahia e fecha 2023 em 13,2%, a mais baixa para o estado em 8 anos, mas a 2a maior do país

** A taxa de desocupação na Bahia cedeu em 2023 em razão da manutenção de dois movimentos. O número de pessoas trabalhando (ocupadas) cresceu (+0,9%) pelo 3o ano,…

Presidente da FIEB se reúne com empresários de Eunápolis na próxima quarta-feira, dia 21

Com o objetivo de apresentar os serviços disponibilizados de Sistema FIEB para estimular a competitividade da indústria na região do extremo-sul do estado, o presidente…

Rolar para cima