Pelo quarto mês seguido, União arrecada menos: valor em setembro foi de R$ 174 bilhões

Por Marcelo oXarope
26/10/2023

Publicado em - -

oxarope1noticia

A queda foi de 0,34% em relação ao mesmo período de 2022, segundo dados da Receita Federal

O mês de setembro fechou em queda de 0,34% de arrecadação do governo — chegando a R$ 174,31 bilhões, segundo dados da Receita Federal. A redução é quando comparamos com o mesmo período do ano passado e o valor já vem descontado a inflação, que é medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

De janeiro a setembro, a União arrecadou R$ 1,69 trilhão. No acumulado do ano, a alta é de 0,64% em relação ao mesmo período do ano passado.

Sucessivas quedas vêm sendo registradas desde junho:

  • Junho: – 3,4%
  • Julho: – 4,2%
  • Agosto: – 4,1%
  • Setembro: – 0,34%

Para o professor de economia da FAAP em São Paulo Sillas de Souza Cézar mesmo com as quedas seguidas, a economia não aponta sinais de retração.
“O mais importante para a gente é o número fechado — o acumulado. E nele a gente tem acréscimo. O importante é olhar para o movimento e acreditar.”

Receita Previdenciária em alta

Se por um lado houve queda na arrecadação total, por outro, a Receita Previdenciária teve aumento real de 1,97% no mês de setembro, com um total arrecadado de R$ 49 bilhões. O acumulado do ano, janeiro a setembro, somou R$ 437,2 bilhões, enquanto no ano passado esse montante foi de R$ 413,8 bilhões — alta real acumulada em 2023 de 5,7%. 
O pesquisador associado do FGV Ibre Guilherme Tinoco explica as causas. 

“Isso ocorre basicamente porque a correção do salário é muito mais ligada ao IPCA e INPC do que aos IGPs, que estão caindo. Também levando em conta que estamos com desemprego baixo e com alto nível de população ocupada, então a massa salarial está crescendo a uma taxa elevada.” 

Por conta disso, o maior destaque da arrecadação é a contribuição previdenciária, explica.

Queda na União nem sempre reflete nos municípios

A redução da arrecadação nacional segue a mesma tendência de queda enfrentada por grande parte dos municípios brasileiros Desde junho as cidades sofrem com menores repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). 

Mas, para o professor Sillas, a queda é pequena e não tem uma ligação direta com os repasses da União aos municípios por meio do FPM.

“Não é isso que vai modificar o orçamento deles (municípios). Eles podem ter um contingenciamento decorrente de outras causas, não dessa. Não é isso que vai fazer com que o município fique numa condição mais ou menos favorável.”

1678540344banner-970x90-bello.png

Mais recentes

Neto Guerrieri lança pré-candidatura à prefeitura de Eunápolis neste sábado (25)

Neste sábado, 25 de maio, Neto Guerrieri lançará oficialmente sua pré-candidatura à prefeitura de Eunápolis para as…

Empresária Bel Checon é anunciada como vice na chapa do partido NOVO em Eunápolis

O partido NOVO anunciou na tarde desta quinta-feira (23) que a empresária Bel Checon será a vice…

Deputada estadual Cláudia Oliveira indica a construção de nova Rodoviária em Porto Seguro

O município de Porto Seguro pode ganhar uma nova rodoviária caso a indicação da deputada Cláudia Oliveira…

Centro comercial de Eunápolis poderá não ter decoração junina este ano

O tradicional cenário colorido das ruas do centro de Eunápolis durante as festividades juninas pode não se…

MODERNIZAÇÃO: Baianão recebe UPA24h completamente reformada e ampliada

Nesta quarta-feira, 22 de maio, a Prefeitura de Porto Seguro celebrou a entrega da Unidade de Pronto…

Pelo quarto mês seguido, União arrecada menos: valor em setembro foi de R$ 174 bilhões

Por Marcelo oXarope
26/10/2023 - 14h36 - Atualizado 26 de outubro de 2023

Publicado em - -

oxarope1noticia

A queda foi de 0,34% em relação ao mesmo período de 2022, segundo dados da Receita Federal

O mês de setembro fechou em queda de 0,34% de arrecadação do governo — chegando a R$ 174,31 bilhões, segundo dados da Receita Federal. A redução é quando comparamos com o mesmo período do ano passado e o valor já vem descontado a inflação, que é medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

De janeiro a setembro, a União arrecadou R$ 1,69 trilhão. No acumulado do ano, a alta é de 0,64% em relação ao mesmo período do ano passado.

Sucessivas quedas vêm sendo registradas desde junho:

  • Junho: – 3,4%
  • Julho: – 4,2%
  • Agosto: – 4,1%
  • Setembro: – 0,34%

Para o professor de economia da FAAP em São Paulo Sillas de Souza Cézar mesmo com as quedas seguidas, a economia não aponta sinais de retração.
“O mais importante para a gente é o número fechado — o acumulado. E nele a gente tem acréscimo. O importante é olhar para o movimento e acreditar.”

Receita Previdenciária em alta

Se por um lado houve queda na arrecadação total, por outro, a Receita Previdenciária teve aumento real de 1,97% no mês de setembro, com um total arrecadado de R$ 49 bilhões. O acumulado do ano, janeiro a setembro, somou R$ 437,2 bilhões, enquanto no ano passado esse montante foi de R$ 413,8 bilhões — alta real acumulada em 2023 de 5,7%. 
O pesquisador associado do FGV Ibre Guilherme Tinoco explica as causas. 

“Isso ocorre basicamente porque a correção do salário é muito mais ligada ao IPCA e INPC do que aos IGPs, que estão caindo. Também levando em conta que estamos com desemprego baixo e com alto nível de população ocupada, então a massa salarial está crescendo a uma taxa elevada.” 

Por conta disso, o maior destaque da arrecadação é a contribuição previdenciária, explica.

Queda na União nem sempre reflete nos municípios

A redução da arrecadação nacional segue a mesma tendência de queda enfrentada por grande parte dos municípios brasileiros Desde junho as cidades sofrem com menores repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). 

Mas, para o professor Sillas, a queda é pequena e não tem uma ligação direta com os repasses da União aos municípios por meio do FPM.

“Não é isso que vai modificar o orçamento deles (municípios). Eles podem ter um contingenciamento decorrente de outras causas, não dessa. Não é isso que vai fazer com que o município fique numa condição mais ou menos favorável.”

1

Mais recentes

Neto Guerrieri lança pré-candidatura à prefeitura de Eunápolis neste sábado (25)

Neste sábado, 25 de maio, Neto Guerrieri lançará oficialmente sua pré-candidatura à prefeitura de Eunápolis para as eleições municipais deste ano. O evento acontecerá no…

Empresária Bel Checon é anunciada como vice na chapa do partido NOVO em Eunápolis

O partido NOVO anunciou na tarde desta quinta-feira (23) que a empresária Bel Checon será a vice na chapa para as próximas eleições. Com a…

Deputada estadual Cláudia Oliveira indica a construção de nova Rodoviária em Porto Seguro

O município de Porto Seguro pode ganhar uma nova rodoviária caso a indicação da deputada Cláudia Oliveira (PSD) seja aprovada. A parlamentar encaminhou o pedido…

Centro comercial de Eunápolis poderá não ter decoração junina este ano

O tradicional cenário colorido das ruas do centro de Eunápolis durante as festividades juninas pode não se repetir este ano. Com o cancelamento do Pedrão…

MODERNIZAÇÃO: Baianão recebe UPA24h completamente reformada e ampliada

Nesta quarta-feira, 22 de maio, a Prefeitura de Porto Seguro celebrou a entrega da Unidade de Pronto Atendimento 24h (UPA) Frei Calixto, no Mercado do…

Divulgada nova data do Concurso Nacional Unificado: 18 de agosto

O Concurso Público Nacional Unificado (CNPU) já conta com nova data: 18 de agosto. Em breve o cronograma completo será divulgado.  Após o adiamento causado…

IRPF 2024: Aberta consulta ao maior lote de restituição

A partir desta quinta-feira (23), estará disponível para consulta o maior lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2024. Ao todo,…

Grupo Brasileiro lança nova frota de ônibus em Vitória da Conquista, nesta sexta-feira

O Grupo Brasileiro vai apresentar, nesta sexta-feira, 24 de maio, em Vitória da Conquista, uma nova frota de 52 ônibus das empresas Rota Transportes e…

Estudo da FGV aponta caminhos para gestão de desastres climáticos em Itabuna

Os impactos dos desastres naturais, impulsionados pelas mudanças climáticas, têm se tornado cada vez mais evidentes em escala global. No Brasil, o recente evento de…

Silvio Costa Filho: teremos 134 voos semanais no Rio Grande do Sul a partir de segunda-feira (27)

Ministro de Portos e Aeroportos abordou, no programa desta quarta, 22 de maio, a situação no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, e a operação…

Plataforma digital da Setur-BA oferece cursos gratuitos para qualificar serviços turísticos

A capacitação e a qualificação de gestores públicos, empreendedores e profissionais do trade turístico, visando oferecer serviços de excelência, é uma das estratégias da Secretaria…

4º Festival regional de quadrilhas juninas de Itabela vai reunir 18 grupos de 15 cidades

O município de Itabela se prepara para um dos eventos culturais mais aguardados da região: o 4º Festival Regional de Quadrilhas Juninas. A edição deste…

Fisioterapeutas da Madre Thaís participaram do Workshop EPI-Sul Bahia 

A professora Gracielle Santos, do curso de Fisioterapia da Faculdade Madre Thaís, participou do Workshop EPI-Sul Bahia, realizado nos dias 14 e 15 de maio,…

Porto Seguro Impulsiona Turismo no Evento “Curitiba Tá On” da Azul Viagens

Porto Seguro destacou-se durante o evento “Curitiba Tá On”, organizado pela Azul Viagens, que aconteceu no dia 21 de maio, no Mist Eventos, em Curitiba….

Miris Lisboa, presidente do Mobiliza33, realiza encontro estratégico com pré-candidatos (as) a vereador (a) em Eunápolis

O presidente municipal do partido Mobiliza33, Miris Lisboa, realizou nesta terça-feira, 21, uma reunião com os(as) pré-candidatos(as) a vereador(a) para alinhamento das estratégias visando a…

Rolar para cima