1678540344banner-970x90-bello.png

Bahia registra a abertura de 6,2 mil novos postos formais de trabalho em fevereiro

Por Redação Oxarope
27/03/2024

Publicado em

capa

Resultado foi positivo em todos os setores da economia avaliados. País tem estoque de trabalho formal no país de 45,99 milhões de empregos

No primeiro bimestre de 2024, o estado da Bahia registrou saldo positivo de 9.5 mil novos postos de emprego formal, resultado de 157,2 mil admissões e 147,7 mil demissões no período. Na região Nordeste, os baianos fecharam fevereiro com o maior saldo de pessoas com carteira assinada (+6.249). No mês, em toda a região, foram 10,5 mil empregos gerados. 

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) foram divulgados nesta quarta-feira, 27 de março, pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Na Bahia, o resultado foi positivo em todos os cinco grandes setores da economia, avaliados no mês. 

O destaque baiano foi o setor de Serviços, com um saldo de 3.114 postos. Neste setor, a área que mais cresceu foi a da educação infantil e ensino fundamental, registrando saldo de 2.198 empregos gerados. A Agropecuária registrou a criação de 1.257 vagas. Na sequência aparecem a Construção (+884), a Indústria (+839) e o Comércio (+155). 

Na divisão por municípios, a capital Salvador reuniu o maior saldo do período, com 4.741 novos postos com carteira assinada. No grupo das cinco cidades com maior saldo aparecem, na sequência, Feira de Santana (+1.027), Brumado (+424), Barreiras (+388) e Simões Filho (+328). Em fevereiro, o estoque de pessoas com emprego formal na Bahia alcançou 2,06 milhões. 

No estado, os novos postos de trabalho foram ocupados, em sua maioria, por pessoas do sexo masculino (+3.519). Pessoas com ensino médio completo foram as principais atendidas (+4.349) com as vagas na Bahia. Jovens entre 18 e 24 anos também são o grupo com maior saldo de vagas: +6.048. 

NACIONAL — O Brasil registrou em fevereiro de 2024 uma forte ampliação do mercado formal de trabalho em comparação com janeiro. No segundo mês do ano foram gerados 306.111 postos com carteira assinada. Com os números registrados em janeiro e fevereiro, o Brasil acumula quase meio milhão de novas vagas formais de trabalho e chega a um saldo de 474.614 empregos gerados. 

O resultado de fevereiro é fruto da diferença entre o total de 2,24 milhões de pessoas admitidas e 1,94 milhão de desligamentos em todo o país. Em relação ao estoque total de pessoas empregadas do país, o Brasil registra quase 46 milhões de postos formais, um crescimento de 1,04% em relação a fevereiro do ano passado. 

No mês, todos os cinco grandes grupos de atividades econômicas registraram números positivos. Destaque para o setor de Serviços, que respondeu pela criação de 193 mil vagas. Em seguida aparecem a Indústria (+54,4 mil), a Construção (+35 mil), o Comércio (+19,7 mil) e a Agropecuária (+3,7 mil).

ACUMULADO NO ANO – Quando somados os meses de janeiro e fevereiro, quatro dos cinco grandes grupos setores da economia registraram saldos positivos. O maior crescimento do emprego formal ocorreu no setor de Serviços, com 268,9 mil novos postos (56,7%), com destaque para atividades de administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais (121,2 mil) e para as atividades de Informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas (93,5 mil). 

A Indústria apresentou saldo de 120 mil postos de trabalho, com destaque para a fabricação de produtos alimentícios (+12,7 mil) e para a fabricação de veículos automotores (+9,9 mil); a Construção gerou 81,7 mil novos postos e a Agropecuária fechou o período com saldo de 25,7 mil. Apesar da recuperação em fevereiro, o setor do Comércio ainda registra queda no período (-21,8 mil). 

ESTADOS – São Paulo liderou o ranking das 24 unidades da Federação cujos saldos de empregos formais gerados foi positivo em fevereiro. O estado registrou 101.163 novos postos com carteira assinada, com destaque para o setor de Serviços, que abriu 67.750 vagas. Minas Gerais, com 35,9 mil, e Paraná, com 33 mil, completam o trio dos estados com maior saldo no mês. Fevereiro foi um mês com queda para os estados da Paraíba (-9), Maranhão (-1,2 mil) e Alagoas (-2,8 mil). 

Nas unidades da Federação, o maior saldo foi registrado em São Paulo, que somou quase 137,5 mil novos postos nos dois primeiros meses do ano. Santa Catarina, com saldo de 52,1 mil, e Paraná (+52 mil) completam a lista dos três estados que mais abriram vagas no bimestre. 

SALÁRIOS – O salário médio real de admissão em fevereiro foi de R$ 2.082,79, com uma diminuição de (- 2,4%) em comparação com o valor de janeiro (R$ 2.133,21). Já em comparação com o mesmo mês do ano anterior, o que desconta mudanças decorrentes da sazonalidade do mês, o ganho real foi de R$ 28,29 (+1,4%). 

DADOS POPULACIONAIS – No recorte por características populacionais, 159,1 mil postos gerados em fevereiro foram ocupados por pessoas do sexo feminino, enquanto 146,9 mil foram preenchidos por trabalhadores do sexo masculino. 

A maior geração ocorreu para jovens entre 18 e 24 anos (+137,4 mil postos), sendo o saldo no mês positivo para pardos, com 230 mil novas vagas; brancos (+172,8 mil); pretos (+44,2 mil); amarelos (+5,4 mil) e indígenas (+2,9 mil).

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República

1678540344banner-970x90-bello.png

Mais recentes

Censura, não. Direitos humanos, sim

O recente embate entre o ministro Alexandre de Moraes e o bilionário Elon Musk reacendeu um debate…

Conselho de Segurança da ONU se reúne neste domingo a pedido de Israel

OTAN condena ataques; Rússia pede contenção a todos os envolvidos O Conselho de Segurança das Nações Unidas…

Governador reforça compromisso com a educação durante entrega de colégio estadual em Carinhanha

Duas escolas municipais também foram reformadas. Rodovia da região passou por obras de requalificação “Cobrimos os eventos…

Governo do Estado amplia mobilidade em Boquira com entrega de obras de pavimentação

Centro de Comercialização de Animais também foi inaugurado. População ainda poderá contar com novos kits de parto…

Isan Botelho realiza encontro com pré-candidatos a vereador e lideranças em Itapebi

Na noite da última sexta-feira, 12, o pré-candidato a prefeito pelo AVANTE em Itapebi, Isan Botelho, promoveu…

Bahia registra a abertura de 6,2 mil novos postos formais de trabalho em fevereiro

Por Redação Oxarope
27/03/2024 - 15h37 - Atualizado há 2 semanas

Publicado em

capa

Resultado foi positivo em todos os setores da economia avaliados. País tem estoque de trabalho formal no país de 45,99 milhões de empregos

No primeiro bimestre de 2024, o estado da Bahia registrou saldo positivo de 9.5 mil novos postos de emprego formal, resultado de 157,2 mil admissões e 147,7 mil demissões no período. Na região Nordeste, os baianos fecharam fevereiro com o maior saldo de pessoas com carteira assinada (+6.249). No mês, em toda a região, foram 10,5 mil empregos gerados. 

Os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) foram divulgados nesta quarta-feira, 27 de março, pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Na Bahia, o resultado foi positivo em todos os cinco grandes setores da economia, avaliados no mês. 

O destaque baiano foi o setor de Serviços, com um saldo de 3.114 postos. Neste setor, a área que mais cresceu foi a da educação infantil e ensino fundamental, registrando saldo de 2.198 empregos gerados. A Agropecuária registrou a criação de 1.257 vagas. Na sequência aparecem a Construção (+884), a Indústria (+839) e o Comércio (+155). 

Na divisão por municípios, a capital Salvador reuniu o maior saldo do período, com 4.741 novos postos com carteira assinada. No grupo das cinco cidades com maior saldo aparecem, na sequência, Feira de Santana (+1.027), Brumado (+424), Barreiras (+388) e Simões Filho (+328). Em fevereiro, o estoque de pessoas com emprego formal na Bahia alcançou 2,06 milhões. 

No estado, os novos postos de trabalho foram ocupados, em sua maioria, por pessoas do sexo masculino (+3.519). Pessoas com ensino médio completo foram as principais atendidas (+4.349) com as vagas na Bahia. Jovens entre 18 e 24 anos também são o grupo com maior saldo de vagas: +6.048. 

NACIONAL — O Brasil registrou em fevereiro de 2024 uma forte ampliação do mercado formal de trabalho em comparação com janeiro. No segundo mês do ano foram gerados 306.111 postos com carteira assinada. Com os números registrados em janeiro e fevereiro, o Brasil acumula quase meio milhão de novas vagas formais de trabalho e chega a um saldo de 474.614 empregos gerados. 

O resultado de fevereiro é fruto da diferença entre o total de 2,24 milhões de pessoas admitidas e 1,94 milhão de desligamentos em todo o país. Em relação ao estoque total de pessoas empregadas do país, o Brasil registra quase 46 milhões de postos formais, um crescimento de 1,04% em relação a fevereiro do ano passado. 

No mês, todos os cinco grandes grupos de atividades econômicas registraram números positivos. Destaque para o setor de Serviços, que respondeu pela criação de 193 mil vagas. Em seguida aparecem a Indústria (+54,4 mil), a Construção (+35 mil), o Comércio (+19,7 mil) e a Agropecuária (+3,7 mil).

ACUMULADO NO ANO – Quando somados os meses de janeiro e fevereiro, quatro dos cinco grandes grupos setores da economia registraram saldos positivos. O maior crescimento do emprego formal ocorreu no setor de Serviços, com 268,9 mil novos postos (56,7%), com destaque para atividades de administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais (121,2 mil) e para as atividades de Informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas (93,5 mil). 

A Indústria apresentou saldo de 120 mil postos de trabalho, com destaque para a fabricação de produtos alimentícios (+12,7 mil) e para a fabricação de veículos automotores (+9,9 mil); a Construção gerou 81,7 mil novos postos e a Agropecuária fechou o período com saldo de 25,7 mil. Apesar da recuperação em fevereiro, o setor do Comércio ainda registra queda no período (-21,8 mil). 

ESTADOS – São Paulo liderou o ranking das 24 unidades da Federação cujos saldos de empregos formais gerados foi positivo em fevereiro. O estado registrou 101.163 novos postos com carteira assinada, com destaque para o setor de Serviços, que abriu 67.750 vagas. Minas Gerais, com 35,9 mil, e Paraná, com 33 mil, completam o trio dos estados com maior saldo no mês. Fevereiro foi um mês com queda para os estados da Paraíba (-9), Maranhão (-1,2 mil) e Alagoas (-2,8 mil). 

Nas unidades da Federação, o maior saldo foi registrado em São Paulo, que somou quase 137,5 mil novos postos nos dois primeiros meses do ano. Santa Catarina, com saldo de 52,1 mil, e Paraná (+52 mil) completam a lista dos três estados que mais abriram vagas no bimestre. 

SALÁRIOS – O salário médio real de admissão em fevereiro foi de R$ 2.082,79, com uma diminuição de (- 2,4%) em comparação com o valor de janeiro (R$ 2.133,21). Já em comparação com o mesmo mês do ano anterior, o que desconta mudanças decorrentes da sazonalidade do mês, o ganho real foi de R$ 28,29 (+1,4%). 

DADOS POPULACIONAIS – No recorte por características populacionais, 159,1 mil postos gerados em fevereiro foram ocupados por pessoas do sexo feminino, enquanto 146,9 mil foram preenchidos por trabalhadores do sexo masculino. 

A maior geração ocorreu para jovens entre 18 e 24 anos (+137,4 mil postos), sendo o saldo no mês positivo para pardos, com 230 mil novas vagas; brancos (+172,8 mil); pretos (+44,2 mil); amarelos (+5,4 mil) e indígenas (+2,9 mil).

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República

1

Mais recentes

Censura, não. Direitos humanos, sim

O recente embate entre o ministro Alexandre de Moraes e o bilionário Elon Musk reacendeu um debate crucial: o papel das redes sociais em nossa…

Conselho de Segurança da ONU se reúne neste domingo a pedido de Israel

OTAN condena ataques; Rússia pede contenção a todos os envolvidos O Conselho de Segurança das Nações Unidas vai se reunir neste domingo (14) de forma…

Governador reforça compromisso com a educação durante entrega de colégio estadual em Carinhanha

Duas escolas municipais também foram reformadas. Rodovia da região passou por obras de requalificação “Cobrimos os eventos da escola, temos um podcast. A nova sala…

Governo do Estado amplia mobilidade em Boquira com entrega de obras de pavimentação

Centro de Comercialização de Animais também foi inaugurado. População ainda poderá contar com novos kits de parto e odontológicos Um desejo antigo que agora virou…

Isan Botelho realiza encontro com pré-candidatos a vereador e lideranças em Itapebi

Na noite da última sexta-feira, 12, o pré-candidato a prefeito pelo AVANTE em Itapebi, Isan Botelho, promoveu um bate papo com os pré-candidatos a vereador…

Governo da Bahia e BNDES iniciam parceria para o desenvolvimento da economia verde no estado

Em reunião, Jerônimo Rodrigues e Aloizio Mercadante discutiram a elaboração de plano de investimentos e a realização de oficinas de crédito para micro e pequenas…

Vereadora Simone Sossai confirma pré-candidatura à reeleição em Itabela

Simone Sossai, vereadora em exercício em Itabela, confirmou sua pré-candidatura à reeleição durante a sessão ordinária desta quinta-feira (11). A representante do legislativo vem construindo…

Me Conta, Brasil mostra como Mais Médicos já mudou realidades e horizontes no país

Videocast produzido pela Secom aborda como a política pública retomada em 2023 tem levado atendimento e prevenção a regiões que mais sofriam com falta de…

Minha Casa, Minha Vida selecionam quase 15 mil unidades habitacionais na Bahia em mais de 190 municípios

A Bahia foi beneficiada com o total de 14.950 unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) nas modalidades Rural e Entidades, distribuídas entre…

Programa de Aquisição de Alimentos vai garantir distribuição de 87 mil litros de leite por dia na Bahia

Foram assinados, nesta terça-feira (9), em Salvador, 21 contratos do Programa de Aquisição de Alimentos, na modalidade leite (PAA Leite). Resultado de uma parceria entre…

A pandemia esquecida

Recentemente, veículos de comunicação publicaram e repercutiram textos baseados na delação premiada de uma empresária que, em plena pandemia da Covid-19, chegou a ser presa…

TRF-1 reconhece nulidade em julgamento contra Robério Oliveira

Ex-prefeito por três mandatos e ex-deputado estadual é pré-candidato novamente na cidade de Eunápolis O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) emitiu uma decisão…

Projeto de lei do deputado Leur Lomanto Jr determina suspensão de carteira de motorista e de linha telefônica de agressor de mulher

O deputado federal Leur Lomanto Jr (União Brasil), apresentou o projeto de lei 699/24, que determina a suspensão por um ano da Carteira Nacional de…

Empresários e pecuaristas tradicionais de Eunápolis declaram apoio a pré-candidatura de Robério Oliveira à prefeitura

O ex-prefeito Robério Oliveira recebeu o apoio dos empresários e pecuaristas Cara Branca, Moza e Porrola, proeminentes membros de uma família tradicional em Eunápolis. O…

Eunápolis: Empresário Abobrão oficializa filiação ao Avante e pré-candidatura à vereador

O empresário Juvenildo Alves, conhecido popularmente como Abobrão, oficializou nesta terça-feira (02), sua filiação ao partido Avante e sua pré-candidatura a vereador de Eunápolis. O…

Rolar para cima