Ministério da Cultura estabelece regras para ações afirmativas e acessibilidade na Lei Paulo Gustavo

Por Redação Oxarope
26/08/2023

Publicado em -

oxarope01noticia

De acordo com o documento, estados, municípios e o Distrito Federal devem estimular e garantir a participação e o protagonismo de agentes culturais menorizados socialmente

Em uma iniciativa inédita e histórica, o Ministério da Cultura regulamentou ações afirmativas e medidas de acessibilidade para a aplicação da Lei Paulo Gustavo. As diretrizes estão na instrução normativa número cinco, publicada no diário oficial da união, neste mês de agosto.

De acordo com o documento, estados, municípios e o Distrito Federal devem estimular e garantir a participação e o protagonismo de agentes culturais minorizados socialmente.

São exemplos desse público, mulheres, pessoas negras, pessoas indígenas, comunidades tradicionais, inclusive de terreiro e quilombolas, populações nômades e povos ciganos, pessoas lgbtqiap+, pessoas com deficiência, pessoas idosas, em situação de rua e outros. 

A assessora de Participação Social e Diversidade do Ministério, Mariana Braga, fala um pouco do contexto do surgimento da Lei Paulo Gustavo e da importância de regulamentar, por meio da instrução normativa, pontos que já estavam no decreto que institui a lei. “A Lei Paulo Gustavo tem essa atenção de estabelecer medidas que visem estimular o protagonismo, a criação, e estimular que esses recursos consigam ser acessados por esses territórios, por estes povos, por estas comunidades, por estes fazedores de arte e cultura das periferias, por esses fazedores de arte e cultura de grupos que foram vulnerabilizados ao longo da história”.

Os editais publicados pela Lei Paulo Gustavo também podem ser voltados a determinados territórios, povos, comunidades, grupos ou populações. Eles também podem ser contemplados por meio de categorias específicas dentro de chamamentos de caráter geral.

Mariana Braga reforça o significado e o objetivo das ações afirmativas. “O que são essas ações afirmativas? As ações afirmativas são as políticas compensatórias que vão ser criadas com o objetivo de promover a reparação e superação dessas desigualdades sociais e estruturais da nossa sociedade que acabam dificultando determinados grupos de acessar esses direitos de produzir e de fazer, e de fruir cultura. Então, são essas estratégias concretas que vão visar promover esse direito à igualdade, mas é uma igualdade de fato porque a gente pode ter. Não basta que a gente disponibilize… A gente sabe, vocês pelas experiências nas gestões de vocês, vocês devem saber que se a gente abre uma ação aberta a todos, sem essas medidas, esses recursos acabam indo para determinadas regiões das nossas cidades, para determinados grupos de pessoas. Então, essas medidas vão visar desconcentrar, produzir uma igualdade, de fato, para neutralizar esses efeitos negativos e conseguir, de fato, democratizar os recursos. Isso é essencial para a Lei Paulo Gustavo”.

Uma das medidas de maior destaque é a garantia de cotas étnicas e raciais, em todos os editais publicados para execução dos recursos da lei. Elas devem ser de, no mínimo, 20% das vagas para pessoas negras e 10% para pessoas indígenas. O documento prevê cotas para outros grupos sociais, de acordo com os objetivos de cada edital.

As regras podem ser aplicadas a pessoas físicas, jurídicas ou grupos e coletivos sem constituição jurídica.

Para conhecer todo o conteúdo da instrução normativa que regulamenta as ações afirmativas e de acessibilidade na Lei Paulo Gustavo, acesse a página do Ministério da Cultura.

Informações: Ministério da Cultura

1678540344banner-970x90-bello.png

Mais recentes

Governo da Bahia concede avanço na carreira para 770 educadores

Professores e coordenadores pedagógicos da rede estadual de ensino que solicitaram Progressão Funcional por Avanço Vertical (PFAV)…

14ª Festa do Café em Itabela poderá ter dois camarotes privados

A 14ª Festa do Café em Itabela poderá contar com dois camarotes privados nesta edição. O evento,…

Prefeitura coíbe a venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos

A Prefeitura de Porto Seguro está tomando uma série de medidas para impedir o consumo de álcool…

Ajude a transformar vidas com o Projeto Adote um Leitor

A leitura é uma ferramenta poderosa que pode mudar vidas, especialmente para crianças em situação de ….

Eunápolis: Pré-candidato a prefeito, Neto Guerrieri, se reuniu com diretoria da APLB

Pré-candidato a Prefeito do Avante, Neto Guerrieri visitou a sede da APLB/Sindicato na tarde desta quarta-feira (10…

Ministério da Cultura estabelece regras para ações afirmativas e acessibilidade na Lei Paulo Gustavo

Por Redação Oxarope
26/08/2023 - 18h24 - Atualizado 26 de agosto de 2023

Publicado em -

oxarope01noticia

De acordo com o documento, estados, municípios e o Distrito Federal devem estimular e garantir a participação e o protagonismo de agentes culturais menorizados socialmente

Em uma iniciativa inédita e histórica, o Ministério da Cultura regulamentou ações afirmativas e medidas de acessibilidade para a aplicação da Lei Paulo Gustavo. As diretrizes estão na instrução normativa número cinco, publicada no diário oficial da união, neste mês de agosto.

De acordo com o documento, estados, municípios e o Distrito Federal devem estimular e garantir a participação e o protagonismo de agentes culturais minorizados socialmente.

São exemplos desse público, mulheres, pessoas negras, pessoas indígenas, comunidades tradicionais, inclusive de terreiro e quilombolas, populações nômades e povos ciganos, pessoas lgbtqiap+, pessoas com deficiência, pessoas idosas, em situação de rua e outros. 

A assessora de Participação Social e Diversidade do Ministério, Mariana Braga, fala um pouco do contexto do surgimento da Lei Paulo Gustavo e da importância de regulamentar, por meio da instrução normativa, pontos que já estavam no decreto que institui a lei. “A Lei Paulo Gustavo tem essa atenção de estabelecer medidas que visem estimular o protagonismo, a criação, e estimular que esses recursos consigam ser acessados por esses territórios, por estes povos, por estas comunidades, por estes fazedores de arte e cultura das periferias, por esses fazedores de arte e cultura de grupos que foram vulnerabilizados ao longo da história”.

Os editais publicados pela Lei Paulo Gustavo também podem ser voltados a determinados territórios, povos, comunidades, grupos ou populações. Eles também podem ser contemplados por meio de categorias específicas dentro de chamamentos de caráter geral.

Mariana Braga reforça o significado e o objetivo das ações afirmativas. “O que são essas ações afirmativas? As ações afirmativas são as políticas compensatórias que vão ser criadas com o objetivo de promover a reparação e superação dessas desigualdades sociais e estruturais da nossa sociedade que acabam dificultando determinados grupos de acessar esses direitos de produzir e de fazer, e de fruir cultura. Então, são essas estratégias concretas que vão visar promover esse direito à igualdade, mas é uma igualdade de fato porque a gente pode ter. Não basta que a gente disponibilize… A gente sabe, vocês pelas experiências nas gestões de vocês, vocês devem saber que se a gente abre uma ação aberta a todos, sem essas medidas, esses recursos acabam indo para determinadas regiões das nossas cidades, para determinados grupos de pessoas. Então, essas medidas vão visar desconcentrar, produzir uma igualdade, de fato, para neutralizar esses efeitos negativos e conseguir, de fato, democratizar os recursos. Isso é essencial para a Lei Paulo Gustavo”.

Uma das medidas de maior destaque é a garantia de cotas étnicas e raciais, em todos os editais publicados para execução dos recursos da lei. Elas devem ser de, no mínimo, 20% das vagas para pessoas negras e 10% para pessoas indígenas. O documento prevê cotas para outros grupos sociais, de acordo com os objetivos de cada edital.

As regras podem ser aplicadas a pessoas físicas, jurídicas ou grupos e coletivos sem constituição jurídica.

Para conhecer todo o conteúdo da instrução normativa que regulamenta as ações afirmativas e de acessibilidade na Lei Paulo Gustavo, acesse a página do Ministério da Cultura.

Informações: Ministério da Cultura

1

Mais recentes

Governo da Bahia concede avanço na carreira para 770 educadores

Professores e coordenadores pedagógicos da rede estadual de ensino que solicitaram Progressão Funcional por Avanço Vertical (PFAV) já podem conferir a lista de contemplados. A…

14ª Festa do Café em Itabela poderá ter dois camarotes privados

A 14ª Festa do Café em Itabela poderá contar com dois camarotes privados nesta edição. O evento, que promete ser um dos maiores da história,…

Prefeitura coíbe a venda de bebidas alcoólicas para menores de 18 anos

A Prefeitura de Porto Seguro está tomando uma série de medidas para impedir o consumo de álcool por jovens, com menos de 18 anos de…

Ajude a transformar vidas com o Projeto Adote um Leitor

A leitura é uma ferramenta poderosa que pode mudar vidas, especialmente para crianças em situação de . É com esse propósito que o Projeto Adote…

Eunápolis: Pré-candidato a prefeito, Neto Guerrieri, se reuniu com diretoria da APLB

Pré-candidato a Prefeito do Avante, Neto Guerrieri visitou a sede da APLB/Sindicato na tarde desta quarta-feira (10 jul 2024) e participou de uma reunião, no…

Vereador Jorge Maécio inicia pré-campanha com bate-papo no bairro Pequi em Eunápolis

Na noite da última terça-feira (09), o vereador e presidente da Câmara, Jorge Maécio, deu início à sua pré-campanha com um bate-papo em um espaço…

Veracel apoia o IBAMA no acompanhamento de araras-vermelhas soltas na Mata Atlântica do Sul da Bahia

Em uma ação inédita realizada na última semana, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) acaba de reintroduzir na natureza,…

Porto Seguro ganha Restaurante Popular com refeição a R$ 5

Foi inaugurado nesta quarta-feira, 10 de julho, o primeiro Restaurante Popular de Porto Seguro, com refeição ou quentinha ao preço único de R$ 5. Localizado…

Em 18 meses, Mais Médicos cresce 49,5% na Bahia

O número de profissionais do Mais Médicos (PMM) em atividade aumentou em 93,83% desde o início do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva…

Senai Bahia oferece 419 vagas gratuitas de aprendizagem industrial em todo o Estado

Com 419 vagas gratuitas oferecidas para todo o estado, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Bahia) abriu nesta segunda-feira, 08.07, inscrições para processo seletivo…

Jantares Temáticos completam nas noites no Porto Seguro Praia Resort

As noites no Porto Seguro Praia Resort ganharam novas cores e sabores, com os Jantares Temáticos, que estão sendo servidos no Cabral 500, o principal…

Bahia atualiza sistema e passa a emitir nova Carteira de Identidade Nacional

A primeira via do documento é gratuita. A solicitação deve ser feita no portal ou aplicativo ba.gov.br “Eu acho que é praticidade ter um único…

Com o Pé-de-Meia, governo reforça importância do ensino médio para o futuro dos brasileiros

“Quando eu soube do Pé-de-Meia, eu vi uma luz no fim do túnel. Eu falei assim: agora ela vai terminar os estudos dela”. A declaração…

Empreendedorismo e religião movimentam duas zonas turísticas

A primeira edição do Seminário Bahia Empreende foi realizada, na última sexta-feira (5), no Hotel Vila Galé Marés, no distrito de Guarajuba, em Camaçari, na…

BEEM Trancoso: Nando Reis e Jau são aclamados no Teatro L’Occitane

Nem mesmo a chuva tirou o brilho do BEEM Trancoso que, nessa 2ª edição trouxe Nando Reis e Jau, ao palco gramado do Teatro L’Occitane….

Rolar para cima