Presidente sanciona lei do sigilo do nome da vítima de violência doméstica

Texto altera a Lei Maria da Penha para assegurar maior proteção à vítima. Nome do agressor e dados do processo ainda podem ser divulgados

Por Marcelo oXarope
21/05/2024

Publicado em

oXarope1210524governofederal

Em mais uma ação em defesa da proteção das mulheres, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, sancionou nesta terça-feira, 20 de maio, o Projeto de Lei nº 1.822, de 2019, que garante sigilo do nome da vítima em processos que apuram crimes de violência doméstica e familiar contra a mulher. O novo texto altera a Lei Maria da Penha para assegurar maior proteção à vítima e preservar a sua integridade física, mental e psicológica.

Sanção da lei que dá uma segurança a mais às mulheres vítimas de violência

“Mais uma conquista, resultado da persistência e perseverança da luta das mulheres brasileiras”, resumiu o presidente Lula, em uma postagem em seu perfil na rede social X (antigo Twitter).

Antes da lei, a decisão de manter o sigilo dependia da avaliação do juiz, salvo exceções já estabelecidas em lei. Agora, o sigilo é automático, sem necessidade de pedido da vítima ou avaliação judicial. O nome do agressor e os dados do processo ainda podem ser divulgados.

Com os dados públicos, a mulher se torna vítima outra vez, sendo exposta a constrangimento social. A situação se agrava com os recursos tecnológicos, como a internet e redes sociais, que impossibilitam o resguardo da intimidade e a proteção da vida íntima da mulher. Além de sofrer a violência em si, a vítima também é exposta a novos traumas e constrangimentos devido à falta de sigilo das informações do processo.

Com a nova lei, o sigilo do nome da vítima servirá para protegê-la da revitimização. Isso permite que ela possa buscar justiça e iniciar o processo de recuperação sem ter que se preocupar com a exposição pública de sua vida privada.

DEFESA — A Lei Maria da Penha (Lei nº11.340/2006) completa 18 anos em 2024. Por meio da lei, a punição para agressores de mulheres ficou mais rigorosa. A lei também criou os Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, alterou o Código de Processo Penal, o Código Penal e a Lei de Execução Penal. No ano de 2023, ao menos oito mulheres foram vítimas de violência doméstica a cada 24 horas, de acordo com os dados dos estados monitorados pela Rede de Observatórios da Segurança.

LIGUE 180 – Um dos serviços de utilidade pública essenciais para o enfrentamento à violência contra a mulher é o Ligue 180, que recebe denúncias e encaminha aos órgãos competentes e monitora o andamento dos processos. O serviço orienta e direciona as mulheres em situação de violência para serviços especializados da rede de atendimento.

Agência Gov | Via Secom/PR

1678540344banner-970x90-bello.png

Mais recentes

Com o objetivo de renovação PSDB Porto Seguro lança pré-candidatura de Luigi Rotunno

A noite de 13 de junho teve casa cheia no Solar do Imperador, mais de 1500 pessoas…

“Tito é o pré-candidato de Jerônimo, Lula, Wagner e Rui em Barreiras”, destaca Éden

Presente no lançamento da pré-candidatura de Tito, do PT, à Prefeitura Municipal de Barreiras nas eleições deste…

PSD promove Seminário de Formação Política em Porto Seguro

O diretório municipal do PSD – Partido Social Democrático – de Porto Seguro vai promover, na próxima…

Mais Especialistas: Governo Federal investirá R$ 1 bilhão para ampliar consultas e reduzir tempo de espera

O Ministério da Saúde (MS) apresentou nesta quarta-feira, 12 de junho, a estratégia do Programa Mais Acesso…

Em Brasília, Jerônimo Rodrigues participa da posse do presidente do Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais do MP e da União

O governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues, participou, nesta quarta-feira (12), em Brasília, da solenidade de posse do…

Presidente sanciona lei do sigilo do nome da vítima de violência doméstica

Texto altera a Lei Maria da Penha para assegurar maior proteção à vítima. Nome do agressor e dados do processo ainda podem ser divulgados

Por Marcelo oXarope
21/05/2024 - 18h00 - Atualizado 22 de maio de 2024

Publicado em

oXarope1210524governofederal

Em mais uma ação em defesa da proteção das mulheres, o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, sancionou nesta terça-feira, 20 de maio, o Projeto de Lei nº 1.822, de 2019, que garante sigilo do nome da vítima em processos que apuram crimes de violência doméstica e familiar contra a mulher. O novo texto altera a Lei Maria da Penha para assegurar maior proteção à vítima e preservar a sua integridade física, mental e psicológica.

Sanção da lei que dá uma segurança a mais às mulheres vítimas de violência

“Mais uma conquista, resultado da persistência e perseverança da luta das mulheres brasileiras”, resumiu o presidente Lula, em uma postagem em seu perfil na rede social X (antigo Twitter).

Antes da lei, a decisão de manter o sigilo dependia da avaliação do juiz, salvo exceções já estabelecidas em lei. Agora, o sigilo é automático, sem necessidade de pedido da vítima ou avaliação judicial. O nome do agressor e os dados do processo ainda podem ser divulgados.

Com os dados públicos, a mulher se torna vítima outra vez, sendo exposta a constrangimento social. A situação se agrava com os recursos tecnológicos, como a internet e redes sociais, que impossibilitam o resguardo da intimidade e a proteção da vida íntima da mulher. Além de sofrer a violência em si, a vítima também é exposta a novos traumas e constrangimentos devido à falta de sigilo das informações do processo.

Com a nova lei, o sigilo do nome da vítima servirá para protegê-la da revitimização. Isso permite que ela possa buscar justiça e iniciar o processo de recuperação sem ter que se preocupar com a exposição pública de sua vida privada.

DEFESA — A Lei Maria da Penha (Lei nº11.340/2006) completa 18 anos em 2024. Por meio da lei, a punição para agressores de mulheres ficou mais rigorosa. A lei também criou os Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, alterou o Código de Processo Penal, o Código Penal e a Lei de Execução Penal. No ano de 2023, ao menos oito mulheres foram vítimas de violência doméstica a cada 24 horas, de acordo com os dados dos estados monitorados pela Rede de Observatórios da Segurança.

LIGUE 180 – Um dos serviços de utilidade pública essenciais para o enfrentamento à violência contra a mulher é o Ligue 180, que recebe denúncias e encaminha aos órgãos competentes e monitora o andamento dos processos. O serviço orienta e direciona as mulheres em situação de violência para serviços especializados da rede de atendimento.

Agência Gov | Via Secom/PR

1

Mais recentes

Com o objetivo de renovação PSDB Porto Seguro lança pré-candidatura de Luigi Rotunno

A noite de 13 de junho teve casa cheia no Solar do Imperador, mais de 1500 pessoas compareceram ao local e registraram seu apoio à…

“Tito é o pré-candidato de Jerônimo, Lula, Wagner e Rui em Barreiras”, destaca Éden

Presente no lançamento da pré-candidatura de Tito, do PT, à Prefeitura Municipal de Barreiras nas eleições deste ano, na noite desta quinta-feira (13), o presidente…

PSD promove Seminário de Formação Política em Porto Seguro

O diretório municipal do PSD – Partido Social Democrático – de Porto Seguro vai promover, na próxima segunda-feira, 17, o Primeiro Seminário de Formação Política,…

Mais Especialistas: Governo Federal investirá R$ 1 bilhão para ampliar consultas e reduzir tempo de espera

O Ministério da Saúde (MS) apresentou nesta quarta-feira, 12 de junho, a estratégia do Programa Mais Acesso a Especialistas (PMAE), cujo objetivo é ampliar e…

Em Brasília, Jerônimo Rodrigues participa da posse do presidente do Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais do MP e da União

O governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues, participou, nesta quarta-feira (12), em Brasília, da solenidade de posse do procurador-geral de Justiça do Estado de Minas Gerais,…

Orlando Araújo, popular Lando do Esporte, é pré-candidato a vereador em Eunápolis

O desportista Orlando Araújo, popularmente conhecido como Lando do Esporte, anunciou sua pré-candidatura a vereador em Eunápolis. Filiado ao partido Republicanos, que faz parte da…

Partido NOVO lança Alyson Montezano como pré-candidato a prefeito de Porto Seguro

O partido NOVO lançou oficialmente Alyson Montezano como pré-candidato a prefeito de Porto Seguro em um evento realizado na Câmara de Vereadores, reunindo um grande…

Começa sondagem da Ponte Salvador-Itaparica em águas rasas

O governador Jerônimo Rodrigues anunciou nas redes sociais, nesta terça-feira (11), que a construção do Sistema Rodoviário Ponte Salvador-Itaparica passou para uma nova etapa, quando…

Governo do Estado aciona Ministério público após Prefeitura de Teixeira de Freitas deixar pacientes oncológicos em situação crítica

A Prefeitura de Teixeira de Freitas tem falhado em suas responsabilidades com moradores de 12 municípios da região, ao cancelar consultas oncológicas, deixado faltar medicamentos…

Rui Costa destaca instalação de novo campus universitário na cidade de Jequié

Ver esta publicação no Instagram Uma publicação partilhada por Rui Costa (@ruicostaoficial) O ministro da Casa Civil, Rui Costa, destacou a instalação de um campus…

Cláudia Oliveira, pré-candidata à prefeita, participa de movimento feminino supra partidário em Porto Seguro

Neste sábado (08), o grupo de mulheres do partido PSB promoveu o Movimento Supra Partidário “Mais Mulheres na Política”, na Câmara de Vereadores de Porto…

Taxação de 20% em produtos importados de até US$ 50 gera debate sobre isonomia tributária

Emenda que prevê o imposto sobre compras internacionais online foi inserida no projeto de lei 914/24, que institui o programa que estimula a produção de…

Deputado Neto Carletto entrega uniformes para times da 1ª Copinha Geração do Futuro em Eunápolis

Na noite desta quinta-feira, os representantes das 16 equipes que disputarão a 1ª Copinha Geração do Futuro foram contemplados com uniformes completos, doados pelo Governo…

“Geraldo vai ser eleito e reeleito prefeito de Salvador, com nossa companheira Fabya como vice”, afirma Éden

O presidente do Partido dos Trabalhadores da Bahia, Éden Valadares, se mostrou confiante na vitória do vice-governador e pré-candidato à Prefeitura Municipal de Salvador, Geraldo…

Jerônimo sanciona lei que institui o programa Bahia Pela Paz

A lei que institui o programa Bahia Pela Paz, já aprovada pelo legislativo estadual, foi sancionada pelo governador Jerônimo Rodrigues nesta terça-feira (4). O chefe…

Rolar para cima